Recent Posts

Ano Novo: o começo de uma grande crise




Virão monstros, lutas, sangue, mortes. Será o caos por todo o mundo! O inverno trará toda a desgraça e a raça humana poderá extinguir-se.
   Era assim que pensavam os mesopotâmicos acerca da chegada do Zagmuk (celebração da passagem de ano na Mesopotâmia). O ano novo, era sinónimo de crise para a civilização antiga, pois até se punha em causa a continuidade da existência de vida humana na terra.
Actualmente, a passagem de ano é vista como uma festa (e a meu ver, acho muito bem). Há champanhe, foguetes, fogo de artifício, música, etc. E se antigamente era considerada uma época de crise, hoje, não deixa de ser um factor que poderá alimentar a crise.
Mas bem, não vos vou maçar com críticas políticas... queria apenas desejar a todos um feliz 10 e que, pelo menos, seja bem mais agradável que o ainda corrente ano 09. Espero eu que os monstros e as lutas não cheguem, mas nunca se sabe! Mais vale prevenir do que remediar.

P.S – Não exagerem nos copos! J

3 comentários:

D -ip' disse...

Concordo, principalmente, como o p.s. :D

...RUMO AO HORIZONTE ARTÍSTICO... disse...

olá rod!
gostei muito do teu ponto de vista...:)
um feliz 10 para ti tambem que corra tudo de bom.
está fixe o blogue continua assim.
cumprimentos

O Profeta disse...

O troar do trovão, esta incessante chuva
As estrelas choram todas as mágoas na terra
Onde param os Anjos, porque não nos acodem os Santos
O mal e o bem porfiam esta eterna guerra

As casas do sul ruiram todas
Tal como a esperança desesperada
Toquei no rosto de uma criança triste
Senti uma paz surgir do nada


Abraço

Enviar um comentário